Buscar
  • Fiscaliza Brasil

Fiscaliza Brasil participa de evento de combate à corrupção com o procurador Deltan Dallagnol

Atualizado: 29 de Ago de 2018


Presidente do Fiscaliza Brasil, Thiago Lira, entregando a camisa da ONG ao procurador do ministério público federal, Daltan Dallagnol

No evento realizado na Procuradoria da República em Pernambuco, na segunda-feira (27/08), para benefício de campanha contra a corrupção no país, o Fiscaliza Brasil - FISBRA entregou a camisa da entidade em defesa desta luta na cidade do Paulista - PE e apresentou os projetos idealizados pelos integrantes para fortalecer o movimento através da construção de uma sociedade conscientizada.

Com o tema "Unidos Contra a Corrupção", os organizadores realizaram todas as atividades buscando o objetivo de divulgar a campanha "Medidas Contra a Corrupção" e estimular a adesão popular por meio das entidades convidadas. Apresentou os materiais disponíveis em site próprio (www.unidoscontraacorrupcao.org.br) e orientou todos os presentes por meio de argumentações seguras sobre o trabalho realizado contra a corrupção no Brasil para formação de lideranças que amplie o envolvimento de outras pessoas. Também afirmou que, a partir de agosto, serão publicados todos os perfis dos candidatos ao Congresso Nacional, destacando três critérios: passado limpo, compromisso com a democracia e apoio às medidas contra a corrupção.


PALESTRA


Durante seu pronunciamento, o procurador Deltan Dallagnol, demonstrou sua preocupação com os caminhos que a Operação Lava-Jato pode seguir, colocando como exemplo o resultado final da Operação Mãos-Limpas, na Itália. "Quando a gente olha para a história das Mão-Limpas a gente vê que [a Lava-Jato] está indo pelo mesmo caminho", disse o jurista.


FISCALIZA BRASIL


Aproveitando a oportunidade para perguntas abertas aos palestrantes, nosso presidente, Thiago Lira, afirmou a preocupação que temos para não criar rotulações de corruptos em gestores honestos devido a complexidade das leis, visto que a vulnerabilidade dos gestores às interpretações jurídicas afastam as boas pessoas dos processos eleitorais, usando da palavra para propor a implementação das medidas de combate à corrupção na Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), com o objetivo de facilitar o entendimento dos limites financeiros nas gestões públicas, o que garante a tranquilidade para os futuros gestores que pretenderão trabalhar em benefício do bem coletivo sem ter interesse nas vantagens pessoais, transformando a política em atividade atraente para pessoas honestas.


Veja uma parcial da resposta do procurador Deltan Dallagnol nos vídeos abaixo:




AGRADECIMENTO


Aproveitamos a oportunidade para agradecer a todas as autoridades, representantes dos órgãos públicos e de entidades pela oportunidade e reconhecimento aos trabalhos que o Fiscaliza Brasil vem realizando no estado de Pernambuco.


Na foto ao lado, da direita para esquerda: Thiago Lira (Presidente do Fiscaliza Brasil), Maurício Nascimento (Conselheiro Jurídico do Fiscaliza Brasil), Abelardo Lopes (Auditor da CGU), Maviael Souza (Promotor de Justiça) Raquel Lins (Representante do programa Pernambuco Transparente) e Fábio George (Procurador regional da República e conselheiro do Conselho Nacional do Ministério Público).



OBS: Adquira a camisa de nossa campanha, que foi entregue ao procurador Deltan Dallagnol, por apenas R$40,00 (quarenta reais) e contribua com a luta de combate a corrupção. Aguardamos o contato!



Postado pela equipe de comunicação do Fiscaliza Brasil em 28/08/2018 às 15:47

© 2018 ORGANIZAÇÃO NÃO GOVERNAMENTAL | FISCALIZA BRASIL - FISBRA | CNPJ: 23.188.150/0001-76