Buscar
  • Fiscaliza Brasil

A conta da corrupção no Rio: prejuízo de R$ 1,5 bilhão ao estado


Rio de Janeiro 29/11/2018O governador Pezão sai da Policia Federal para o presídio de Benfica. Foto Marcelo Regua / Agencia O Globo Foto: Marcelo Regua / Agência O Globo.


Os esquemas de corrupção no estado do Rio, apurados pela operação Lava-Jato, já provocaram um prejuízo de pelo menos R$ 1,5 bilhão aos cofres públicos desde 2016. Foram descobertos crimes como pagamento de propina, lavagem de dinheiro, evasão de divisas e fraude em licitações.


Na última quinta-feira, o governador Luiz Fernando Pezão foi preso na Operação Boca de Lobo, mais um desdobramento da operação Lava-Jato no Rio, acusado pelo Ministério Público Federal (MPF) de ter recebido R$ 40 milhões em propinas, em valores atualizados. No entanto, ainda não foram apresentadas provas materiais que o liguem ao dinheiro. Pezão é o quarto governador do Rio preso nas últimas duas décadas, o primeiro durante o exercício do mandato.


O MPF, que atua com outros órgãos, como a Polícia Federal, na maioria das operações no Rio, chama de “assustador” o montante retirado dos cofres públicos fluminenses. Além disso, afirma que as investigações têm demonstrado que não só no estado, mas no Brasil, a corrupção é um problema endêmico.


Leia a matéria na íntegra (apenas para assinantes

)

Postado por O Globo em 02/12/2018 as 13:43

© 2018 ORGANIZAÇÃO NÃO GOVERNAMENTAL | FISCALIZA BRASIL - FISBRA | CNPJ: 23.188.150/0001-76